Girls – S01E07 “Welcome to Bushwick a.k.a. The Crackcident”

Cada vez gosto mais desta série, ainda que a maior parte do tempo a ache meio estranha. Girls é como a Coca-Cola, segundo Fernando Pessoa, primeiro estranha e depois entranha! Mas, de facto, este episódio foi mesmo estranho, ainda que na linha do seu antecessor, o conteúdo e evolução psicológica dos personagens tenha estado lá.

Hannah, Marnie, Jessa e Soshanna vão até uma festa bastante badalada na cidade… e lá, cada uma por seu turno, se vêm envolvidas em dilemas «existenciais». Primeiramente, Marnie encontra Charlie na festa e sente-se na obrigação de ir falar com ele. Ela aborda-o com um tom condescendente [bem típico dela] e fica surpreendida com a boa disposição dele apesar deles terem rompido. Hahaha, que presunção por achar que ela era o ar que o moço respirava e que sem ela ele deveria estar a agonizar! Desculpem a sinceridade, mas foi linda a sua cara de tacho, quando Charlie lhe apresenta a sua nova namorada?! Claro que ela fica fora de si [ou esse é o seu estado normal?!], só que como nenhuma das suas amigas está disponível para ela se queixar e acaba por amolar o juízo a um amigo e ex-namorado de Hannah (o tal que virou gay) e que também estava na festa! Não me sobra outro comentário para além de detesto gente que se acha a última bolacha do pacote!

Por sua vez Soshanna é o personagem mais desenquadrado possível dos ambientes em que se envolve e no meio da confusão acaba por consumir umas drogas bem mais pesadas do que aquelas que ela previa. Quando as drogas batem mesmo, é hilário vê-la a correr de um lado para o outro na rua a fugir um amigo (Ralph) que tinha ficado de a acompanhar. Cada vez que ela dava meia volta ia perdendo o juízo e roupa pela rua!

Por sua vez, Jessa envolve-se numa confusão de troca de sms com um desconhecido. Mais para o mio da noite apercebe-se que o desconhecido com quem ela estava a trocar mensagens era o seu patrão, que vem ao seu encontro na festa. A princípio, dando continuidade, ao flirt a que já temos vindo a assistir. Claro que ela ainda se mete numa briga com uns rufias e o patrão acaba no hospital… onde este acaba por desabafar as suas expectativas e frustrações em relação ao modo como a noite correu e o que não aconteceu entre ambos.

Já, Hannah encontra o seu carpinteiro Adam na festa, só que ele está acompanhado com mais uma das suas amigas cor-de-rosa! Esta, fica ainda mais transtornada quando, mais tarde, descobre que esta amiga colorida de Adam sabe mais acerca dele que a própria Hannah. Através dela, Hannha descobre que Adam é um ex-alcoólico que frequenta um grupo de apoio. A princípio ela volta a entrar no mesmo ciclo de parecer que não sofre com a situação, mas mais tarde começa a discutir com Adam que acaba por lhe perguntar o que ela quer dele. Pergunta-lhe se quer que ele seja seu namorado… sendo que a imagem seguinte, elucida a a resposta de Hannah… uma vez que regressa com Hannah e Marnie para casa no mesmo táxi. Presumo, que nos próximos capítulos iremos perceber que o compromisso para Adam não seja mais que um rótulo que não altera em nada a relação algo disfuncional que ele já vem tendo com Hannah… ou estarei a ser muito céptica?!

(clique nas imagens para ampliar)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s