Fringe – S0406 “And those we’ve left behind”

Até já soa meio repetitório afirmar que ao final de algum tempo retomo as reviews regulares de Fringe e de outras séries aqui no blogue. Alguns problemas de saúde afastaram-me desta actividade que me dá tanto prazer, mas a ideia é recuperar o tempo perdido e aquando da estreia da maior parte das séries no mês de Setembro, já ter as reviews sincronizadas com os episódios semanais!

Na vida invariavelmente deixamos pessoas para trás… as mais especiais guardamos num cantinho especial e de forma inesperada, na maior parte das vezes, acabamos a lembrá-las. A ideia do tempo cronológico soa, por vezes, naturalmente lógica e incrivelmente desumana. Fringe desde o seu primeiro episódio tem vindo a questionar a noção do tempo e os sentimentos a si associados… geralmente associados com a dor do envelhecimento e da perda! Claro que em Fringe  todas estas noções atingem lietarlmente outra dimensão…

Peter ainda continua sob a custódia da Fringe Division, que paulatinamente começa a cofiar mais nele, ao contrário de Walter que se recusa a acreditar que ele é seu filho e a ter qualquer contacto com ele. Daí que tenha aceite de modo contrariado a ordem de Broyles a ordem de estudar Peter. A equipa de Fringe vê-se confrontada com uma série de casos de flutuações temporais, que são imediatamente associadas pela equipa ao aparecimento de Peter e às suas consequências ao nível do equilíbrio de ambos os universos. À medida que os eventos vão acontecendo a equipa assinala a existência de um padrão temporal (o tempo recua quatro anos) e as suas localizações obedecem a um padrão que se assemelha à espiral dourada. Com esta informação a equipa é capaz de não só prever onde se dará o próximo evento, como descobrir a sua fonte.

Quando um agente do FBI se aproxima de uma casa e é vaporizado, a equipa acaba por identificar a fonte da bolha temporal. No interior da casa habita um casal de meia idade, sendo que a esposa é uma reconhecida professora de física, que há cerca de três anos foi diagnosticada com Alzheimer. O marido usou as suas teorias inacabadas foram usadas pelo marido para fazer recuar o tempo até um momento anterior ao aparecimento da doença. Contudo, como as teorias são inacabadas, as viagens do tempo são apenas temporárias (durando no máximo 47 minutos). Apenas a conclusão do trabalho de Kate (a esposa) poderá fazer com que a viagem no tempo se torne permanente!

Para poder entrar dentro da bolha, Walter constrói uma ‘Gaiola de Faraday’ para Peter, que assim pode passar pelas ondas da bolha temporal em segurança. Já no interior da casa Peter faz um acordo com Kate e o marido, que aceitam terminar com experimento em troca de imunidade para o marido. Contudo, secretamente, o marido tenta convencer Kate que com a sua equação terminada poderá recriar o processo num espaço isolado, que não provoque os eventos que colocam as outras pessoas em perigo. Aparentemente ela aceita o acordo, contudo rasura o seu trabalho para que o marido não possa recriar a experiência. Aconselha-o ainda a seguir em frente e a viver a sua avida apesar da sua doença… no fim de contas, qual solução mais mundana!

De volta à Fringe Division, Peter conta a Broyles que ouviu o marido contar à esposa que a sua experiência só começou a funcionar há três dias atrás, precisamente o momento em que ele  regressou, provando que o seu aparecimento pode, provavelmente, ter impacto negativo nesta linha temporal alternativa. Bryles agradece a ajuda de Peter e deixa-o ficar instalado na casa de Walter no campus, visto que Walter não sai do seu laboratório. Já na casa, Peter e Olivia conversam sobre a relação ‘especial’ que ambos mantinham na linha temporal original.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s