Grey’s Anatomy – S08E24 “Flight”

A ideia de mais uma tragédia num season finale, tenho que confessar, não me atraiu muito. A incerteza quanto ao futuro das personagens é que foi na realidade o grande chamariz para o episódio. Cristina diz a certa altura…. «porque é que estas coisas continuam a acontecer?». De facto, após a morte de O’Malley e o tiroteio, a ideia de um desastre de avião parece-me excessiva. É impossível não ficar em choque com este episódio…. o nível de violência que ele transportou consigo foi muito elevado. Fora isso, escrever sobre os problemas de construção do guião (e eles existiram em abundância) parece-me um pouco sem sentido.

Neste episódio Shonda rompeu com uma tradição de Grey’s… ou seja, o primeiro e o último episódios de cada temporada é duplo. Na minha opinião este continua a ser um episódio duplo, apenas com um intervalo de alguns meses pelo meio… muita coisa ficou por explicar e por acontecer! Na tentativa de criar um cliffhanger adia-se de forma inexplicável  a noticia e consequente socorro às vítimas. Eles não caíram em nenhuma ilha deserta, nem no meio do oceano. Eles estão no meio de um mato em território nacional. Mesmo os aviões particulares têm planos de voo e radares que controlam a sua rota… o simples facto de desaparecerem do radar, ou de não cumprirem o plano de voo deveria ser suficiente para o alerta ser dado. Assim todos no hospital saberiam que os seus estavam desaparecidos e passadas algumas horas deveria aparecer o socorro. Os desfecho das personagens poderia ser igualmente trágico (porque essa foi claramente a intenção) e toda a história ganharia muito mais lógica!

Como tal não aconteceu, assistimos ao longo deste enorme episódio ao sufocar de todos aqueles que ficam envolvidos no acidente. Cristina e Meredith aparentam ser aqueles que menos mazelas têm, ainda que a primeira tenha um ombro deslocado e a segunda um hematoma na cabeça. Por sua vez, Arizona encontra-se em choque e com uma lesão muito feia numa perna. O estado de pânico em que se encontra apenas é ultrapassado quando começa a ajudar(aquilo que um médico é treinado para fazer) o piloto do avião, que sobreviveu e que tal como ela se encontra paralisado. A conversa entre ambos ajuda-nos a ir contextualizado toda a situação.

Por sua vez Mark, que aparenta não ter ficado ferido, começa logo à procura dos outros elementos da equipa que iam na parte de trás do avião. Quando ele e Cristina encontram Lexie, esta já agoniza e ambos percebem logo que as lesões são muito graves. Meredith, por sua vez, encontra-se desesperada à procura de Derek. Os ferimentos de Lexie e Derek parecem ser os mais graves e aí comecei a compreender o real impacto das palavras de Shonda que uma das personagens mais queridas iria morrer. Qualquer das personagens seria um grande choque! Foi Lexie, mas a Lexie não teve um último beijo, uma última caricia, uma última noite de amor com Mark… apenas o acumular de muito sofrimento por conta de um sentimento que ela durante muito tempo nem mediu a sua extensão. Quão injusta é a sua partida….

  Ao contrário de muitos esta não era uma das minhas personagens preferidas. A personagem de Lexie esteve muito apagada nestes últimos tempos, contudo ela era uma Grey e esta é a «Anatomia de Grey». Com a morte de Grey a carga dramática adensou-se e a despedida dela e de Mark foi um momento extremamente catártico. O que será agora da personagem de Mark? Ainda para mais após descobrirem que ele tem uma hemorragia interna. Se muitos acham que o seu lugar é junto de Lexie, eu acho que ele foi o personagem que mais cresceu em Grey’s e que ele é o pai da Sofia. Shonda já foi avisando que mais alguém pode morrer… por favor, não levem também o Mark.

Pouco mais a falar em relação ao acidente de avião… eles estão lá perdidos no meio da mata, sendo que a maior parte das personagens se encontra com lesões que se não forem tratadas a tempo poderão ser fatais, especialmente Derek e Mark. O destino de todos está em aberto…. ainda assim, todo o episódio poderia ter tido um sentido totalmente diferente se na parte final alguém realizasse que eles estão desaparecidos ou se a ajuda chegasse. Assim, parece que a própria série ficou à deriva e sem salvação… e conforme o rumo que Shonda seguir na continuação deste episódio, a série pode ficar mesmo sem esperança.

  Contudo, o episódio trouxe mais algumas surpresas no núcleo que ficou em Seattle. Especialmente com a partida de Teddy! Após a morte do marido, eu nunca pensei que ela conseguisse voltar a trabalhar naquele hospital. Contudo, usando Hunt como bode expiatório, ela foi capaz de se ir reerguendo. Ainda assim, a ideia de que ela poderia voltar a envolver-se com alguém era muito distante e desde sempre achei que Teddy, mais tarde ou mais cedo, partiria. A reconciliação definitiva entre ela e Hunt foi um dos momentos mais especiais do episódio.

Por sua vez, a enrolação que é a relação sem química de Bailley e Ben foi, para mim, a parte mais fraca do episódio. Quando ele disse que ia fazer o internato, ainda fiquei com esperança que Bailley tivesse alguma chance de voltar a ser aquela personagem cheia de personalidade, de que todos sentimos falta. Não, parece que o seu papel nos próximos tempos será em torno do drama de viver uma relação à distância, com alguém, que continuo a dizer, não tem qualquer possibilidade de gerar faísca.

Por fim, o chefe Weber prepara um jantar com o grupo de residentes que agora terminam uma fase importante da sua vida. Contudo, ninguém parece muito entusiasmado… especialmente April, que  não tem quaisquer perspectiva de futuro. Já Karev e Avery parecem já estar focados no desafio seguinte e não em celebrar o fim da sua residência. Contudo, é Callie que (ironicamente) lhes recorda que a vida muda num instante e que têm de aprender a celebrar as pequenas grandes conquistas!

Quanto a isto, apenas posso acrescentar… será que leste o que escreveste Shonda?! Celebrar a a vida, não matar tudo e todos. Atina e vê se corriges esta machada na série, que foi este season finale….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s