The Firm – S01E17 “Chapter Seventeen”

The Firm já não tem o brilho e o suspence se há algumas semanas atrás, ainda assim este foi um episódio em que o nível médio da série foi retomado. A essência da série assenta na criação dosuspence e incerteza sobre o que se vai passar a seguir. Como o essencial da narrativa Kevin Stack terminou no episódio anterior, tivémos, agora, espaço para o desabrochar de uma «nova» fase da intriga. Enquanto, Abby foge a todo o custo da sua relação com Mitch, este mete-se em nova embrulhada! Clássico, ainda que a série só vá na sua primeira e única temporada!

  À falta de avião no próprio dia, Abby e Clara apanham um comboio rumo ao Kentucky, para conhecer os pais de Abby. O detalhe está na necessidade de Abby de se afastar rapidamente de Mitch. Este, ainda as leva à estação… mas se Clara não compreende porque o pai não vai na viagem, já Abby é muito clara no tempo que precisa! Por sua vez, se Abby e Mitch estão em rota de colisão e de indecisão face ao seu casamento, já Ray está decidido a dar o passo seguinte e pedir Tammy em casamento. Para tal, procura um dos seus «amigos insuspeitos» e compra uma anel para fazer o pedido de casamento. Apesar de planear fazer um pedido especial, quando vê Tammy no mesmo dia, não resiste e faz o pedido. Mitch ainda lhe pergunta se não quer pensar mais no assunto, mas Ray diz-lhe que já teve os últimos dez anos para o fazer. Tammy, ainda que sem o ombro e companhia de Abby, começa a planear os detalhes do casamento… contudo, apercebe-se que o seu ex-marido devolveu-lhe os papeis do divorcio sem os assinar, sendo assim, ainda casada. Este contratempo vem de encontro ao problema de Ray, que após ter oferecido o anel a Tammy, o seu amigo pede-lhe que ele lhe devolva o anel, caso contrário os verdadeiros donos fará-lhe-ão mal! Nada podia ser simples para este casal, que são as minhas duas personagens preferidas da série…

Já Abby, quando chega à sua terra natal, não tem a recepção que poderia esperar… o pai dela aparece ao jantar que tinham marcado, contudo a mãe dela não o faz. Ao final de dez anos de separação, ela ainda não está preparada para receber a filha sem o sentimento de recriminação… Do mesmo modo, não está preparada para lidar com a visita de Abby como uma simples visita de cortesia, quando está a par do que se passou no caso Stack e sente que ela está a fugir do seu casamento. Por sua vez, Abby não está preparada para ouvir o famoso «eu bem te disse»… Ainda assim foi ela que o foi procurar!

Paralelamente, Mitch invariavelmente e de modo também um pouco involuntário volta a meter-se numa confusão… quando à saída da estação de comboios aceita defender uma jovem rapariga que tinha apanhado algo de Clara do chão, ainda no interior da estação, e que quando sai da estação é presa pela policia por prostituição, uma vez que estava a olhar de forma suspeita para todos os carros que passavam. Mitch acha esta acusação um absurdo e decide defender a rapariga. Contudo, quando conversa com ela descobre, que ela é um correio de droga. No Canadá, o pai dela estava afundado em dívidas e como forma de pagamento a filha aceitou transportar a droga. Quando chegou ao exterior da estação estava a olhar para todos os carros que passavam na tentativa de identificar o homem a quem deveria entregar a droga. Sabendo disto, Mitch tem de enfrentar o dilema de denunciar a situação ou apenas agir no interesse da sua cliente e tirá-la da cadeia pelo absurdo da acusação.

Quando o juíz liberta a rapariga, esta passa mal em pleno tribunal, sendo imediatamente transportada para o hospital. Inadvertidamente, o hospital avisa as autoridades acerca das drogas… algo que Mitch contesta como violação do sigilo entre paciente e médico. No entretanto entre a nova prisão da rapariga e a nova audiência com o juiz, com o intuito de contestar a apreensão das drogas, Mitch recebe uma tentativa de suborno por parte do cartel de drogas para a rapariga ficar calada. Por sua vez, as autoridades propõe um acordo à rapariga que se ela colaborar com a polícia e denunciar o cartel, poderá entrar com a família no programa de protecção de testemunhas. No caminho de aconselhar a suas cliente, Mitch relembra todo o dilema que viveu aquando da entrada no programa e toda a nova de prisão que ele significa. Acaba por dizer à sua cliente que ele acredita que eles têm chance de ganhar a causa e a acusação de tráfico de drogas cair…. e assim acontece. Contudo, apesar de livre da acusação, a rapariga tem que lidar com o facto da dívida do pai ainda não estar paga. Neste contexto, Mitch aceita o dinheiro do suborno e devolve-o logo de seguida como meio de pagamento dessa dívida… ficando ele com a obrigação de defender os interesses do cartel no futuro!

Nisso Abby tem razão, como é que todas as encrencas vão bater à mesma porta?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s