The Firm – S01E10 “Chapter Ten”

Contrariamente àquilo que tenho feio quando escrevo um post sobre The Firm, hoje vou começar por falar do caso da semana e deixar para segundo plano o enredo principal. McDeere é chamada a uma igreja para ajudar uma das paroquianas, que é suspeita por rapto. O bebé que se encontra desaparecido chama-se Tyler Kent e a policia suspeita da nova cliente de Micth, porque esta horas antes respondeu a uma entrevista de emprego como babá. Entretanto, uma testemunha afirma ter visto uma mulher a enterrar uma manta no quinta do prédio onde a suspeita vive.

A primeira estratégia de Mitch passa por desacreditar a «prova» do cobertor, uma vez que não existe qualquer indicio físico de que a sua cliente tenha tocado sequer no cobertor. Contudo, a acusação contra-ataca e afirma que o motivo pelo qual o bebé posa ter sido raptado prende-se com um possível desejo de substituição, uma vez que poucos meses antes a cliente de Micth perdeu um filho ainda bebé. Mitch e Ray decidem avançar com a investigação aos pais, até porque eles não aparentam ser tão unidos como se esforçam por transparecer.

Entretanto, Mitch vê-se envolvido num imbróglio mediático, no qual os media vendem a cabeça da sua cliente como raptora do pequeno e a postura de no comment de Mitch não ajuda. Aí, voltamos a assistir ao raro contributo positivo da associação com a Clark & Kinross, uma vez que eles têm uma assessora de comunicação que treina Mitch para lidar com osmedia. Durante a entrevista, Mitch convece-se de que a mãe da criança sabe mais do que diz, até porque entretanto Ray descobriu que esta usou o bebé como um meio para se voltar a aproximar do pai da criança. O frenesim de pistas sobre o paradeiro da criança logo após o apelo de Mitch conduz a equipa à verdade, uma vez que descobrem que nunca houve nenhum bebé chamdado Tyler Kent, mas a suposta mãe inventou o bebé para forçar uma reaproximação com o pai. Quando este cedeu  ao esquema ela viu-se sem bebé e inventou a história do rapto e incriminou a cliente de Mitch.:\

Contudo, o envolvimento de Mitch num caso com grande cobertura mediática leva a que a «família» de Morolto se volte a insurgir contra o novo capo, uma vez que consideram a presença de McDeere na comunicação social como um desafio pessoal deste contra eles. Esta mini revolta no seio da família conduz a uma tentativa de assassinato, que Morolto filho resolve pela demonstração de poder simbólico dentro do próprio clã. Deixa, ainda assim, o aviso de que quando ele estiver pronto para accionar o seu plano contra McDeere todos saberão, incluindo o próprio.

Por sua vez, Abby suspeita que um estudante seja vítima de abuso por parte do seu pai. Após uma reunião, ela nota que este tem um comportamento estranho, como se temesse que lhe batessem. Depois de verificar o aluno tem-se escusado a fazer educação física e que esconde algumas marcas no corpo decide denunciar o caso. O problema é que se a denuncia se demonstrar infundada ela pode ser demitida ou processada. É Claire, que sabendo da situação que vai falar com Kyle (o menino em questão) e conta-lhe que apesar de soar de modo estranho expor um dos pais, existem grupos de ajuda, que os podem de facto ajudar a lidar com a situação. Também lhe diz que sabe o que é viver com um segredo e quão difícil é transportá-lo continuamente sem o apoio da família. O menino acaba por ir falar com Abby e conta que não é o pai que lhe bate, mas sim a mão na ausência do pai.

No que diz respeito ao caso Sarah Holt, Tammy descobre os números da lista correspondem a números de processos de pacientes que já morreram, sendo um deles o de  Margaret Whitaker (a alegada vítima de Holt!Paralelamente, Ray confirma a sua desconfiança de que Sarah Holt tem um passado ligado ao serviço militar; facto que o leva a fazer uma associação com a tatuagem de um dos capangas de Stack, que tem que tem uma tatuagem ligada a um grupo de militares. A grande questão é que do outro lado estes estão a par das descobertas da família por via da escuta na pasta de McDeere.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s