Fringe – S04E03 “Alone in the World”

Aqui está o caso de um título de um episódio com o qual não concordo… «sozinho no mundo». Se há ideia que este episódio transmitiu é que essa ideia é relativa e nós estamos sempre a construir as nossas teias de relações. Se as enxergamos, se temos tempo para elas, se as valorizamos é outra questão.

Romantizando um pouco, esta foi a a história de um menino que se sentia sozinho no mundo e, que ia para um lugar escuro onde se encontrava a si mesmo no interior da sua solidão. Inexplicavelmente, como se esse não fosse esse o registo de Fringe, o menino estabelece uma relação emocional com uma espécie de fungo que adquire proporções imensas. A relação entre a criança e o fungo é muito forte, ao ponto de quando dois bullies se preparam para bater na criança, este ataca-os. Os corpos decompõem-se completamente em poucas horas, sendo a equipa de Fringe chamada a intervir.

Com evidência de que havia uma terceira criança no túnel, a equipa vai até à escola no seu encalço e leva a criança até ao laboratório de Walter. Poucas palavras servem para descrever que é assistir à personagem de Walter nesta temporada.  A relação que estabelece com a criança é memorável… especialmente quando Walter descobre que matar o fungo implica a sacrificar a vida da criança. Walter pede à criança que deixe partir o seu amigo, porque ele não é o único «ser» que se preocupa com ele, o próprio Walter afeiçoou-se à criança.

As coisas mais importantes da vida são, normalmente, as mais simples!

Paralelamente, ao longo do episódio assistimos ao dilema de Walter face às alucinações que acredita ter. Este, teme ter que voltar para o hospício à custa disso. Na parte final do episódio está mesmo disposto a fazer um procedimento muito estranho em si mesmo (tipo enfiar uns pregos gigantes pelo canto dos olhos até ao cérebro) para acabar com as alucinações e assim ficar a salvo de novo internamento forçado.

É Olivia que o salva de fazer tamanha atrocidade. Quando este lhe fala das suas alucinações, esta mostra-lhe um retrato de Peter. Assim ficamos a saber que Peter também povoa os sonhos de Olivia desde que se construiu a ponte entre os dois universos.

Walter – Uma visão compartilhada como esta… ele deve ser real… e se ele for real… nós precisamos encontrá-lo!

E, assim, se torna expectável o regresso de Peter nos próximos episódios… esse sim, para já, «sozinho no mundo»!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s