Apartment 23 – S01E01 “Pilot”

Don’t Trust the B—- in Apartment 23 é exactamente aquilo que aparenta – uma comédia light acerca da relação atribulada de duas  raparigas que repartem um apartamento em Nova Iorque. Repartir casa com estranhos é um tema que sempre dá pano para mangas, até porque mudar-se para um apartamento com estranhos é como comprar um bilhete na lotaria e esperar que «dê sorte»!

EmApartment 23não há tempo para muito mais do que ir seguindo a linha ligeirinha do guião e deixar-nos levar pelos estereótipos que vão sendo representados. De facto, os vinte minutos de episódio passam rápido… e no final até agradecemos o bom momento passado!

A June Colbern representa o papel da menina idealista que se muda para a cidade grande em busca do seu sonho. Essa menina idealista acaba por se mostrar forte e batalhadora, mesmo quando as coisa não correm como esperado. Ainda que sem esconder uma certa saloiice (a cena do noivo perfeito numa relação à distância), Jane sabe responder aos estratagemas de Chloe para pô-la fora de casa.

Com isto, chega a vez de falarmos de Chloe, a típica durona exterior e mais sensível do que se poderia esperar com a convivência. Ela dificilmente confia em alguém, mas quando confia dá tudo pelo seus amigos, ao menos é assim que o seu melhor amigo James a vê. Depois de todo o exercício de desconstrução psicológica, convém apresentar Chloe pelo que ela também o é: uma divertida trapaceira!

Como personagem secundária temos o James Van Der Beek que faz dele próprio, ou seja, a antiga estrela de  Dawson’s Creek, e melhor amigo da Chloe. Apetecia-me escrever estrela decadente, porque ao contrário dos outros elementos de Dawson’s Creek, o Van Der Beek nunca conseguiu vingar noutros papeis. Mesmo nesta série, ele acaba a fazer de si próprio. Quão triste é isso?!

Em Apartment 23 podemos ainda encontrar outras personagens engraçadas como o vizinho pervertido (Eli) que espia as miúdas. Robin, a vizinha obcecada por Chloe. E ainda Mark Reynolds, o patrão de Jane… de supervisor dela na empresa que faliu, passa a gerente do café onde Jane vai trabalhar.

   Se estes são os ingredientes da história, no primeiro episódio eles misturam-se e mostram-nos uma Chloe primeiro empenhada em convencer Jane a mudar-se para o apartamento; para, num segundo momento, começar a agir de forma meio louca, de forma afugentá-la. Pelo meio no esquema, planeia ficar com o dinheiro do aluguer e da caução da(s) nova(s) inquilina(s). Só que Jane não se deixa ficar e quando percebe que Chloe a roubou deliberadamente, vende toda a sua mobília do apartamento. Com isto surpreende Chloe, que afirma não se surpreender facilmente. Mas não se pense que isto a dobra, rapidamente volta a aplicar o golpe em Jane.

  Quem aparece para o aniversário de Jane é o seu noivo, juntamente com o miúdo que ele estuda e uma enfermeira deste. Chloe percebe logo que este trai Jane com a enfermeira, entre outras. Tenta avisar Jane, mas como esta não lhe dá ouvidos, parte para medidas mais radicais, ou não tão radicais assim, tratando-se de Chloe. Faz sexo com noivo de Jane em cima do seu bolo de aniversário. O mais hilário da cena em que são apanhados, é que é a enfermeira-amante, que fica mais ofendida e faz o maior espectáculo. A Jane só lhe resta reconhecer que Chloe salvou-a de ser miserável pelo resto da sua vida com aquele noivo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s