Person of Interest S01E19 – “Flesh and Blood”

A par de Homeland, penso que Person of Interest foi o melhor que a última fall season trouxe em termos de estreias.

Esta é uma daquelas séries que «primeiro estranha, depois entranha» e por fim vicia. A ideia original da série é muito boa… mas o enredo, o entrosamento entre os personagens e o próprio crescente dramático levam a série para um nível de destaque. Se críticas houvesse a fazer ao episódio desta semana, seria que bem o podiam ter dividido em duas partes, porque a certa altura a acção chega a ser avassaladora para o espectador.

Meio de mansinho, começamos o episódio com a exortação da importância da família e da perda dos pais em tenra idade na formação do carácter e assim ganhamos o tom para todo o episódio. Este bem poderia chamar-se “blood of my blood” («sangue do meu sangue»), mas o que se passou faz juz ao epíteto de “Flesh and Blood”.

   Let the trash, take out the trash!” – Reese

 A semana começa com a máquina a lançar 5 números,  cada um deles correspondendo aos cinco líderes (capo) das cinco famílias mafiosas que lideram a cidade. Rapidamente Finch e Reese assumem que se trata de uma investida de Elias para tomar o controle definitivo sobre o crime organizado. Paralelamente e apesar de continuar sem atender o telefone, a detective Carter chega à conclusão de que Elias está a preparar uma grande jogada, uma vez que esvaziou todas as suas contas bancárias.

  O mais engraçado da situação é tanto a Carter, como o Mr. Reese, no início da acção, decidem separadamente tomar a mesma atitude ingénua, ou seja, avisar e oferecer protecção. Dada a recusa de tal oferta e com os primeiros chefes fora, ambos tomam medidas mais extremas… A Carter sequestra os restantes três chefes, enquanto Reese faz aquilo que melhor sabe, estuda o adversário e procura uma vantagem. A situação sai fora do seu controlo quando o filho da Carter é raptado em retaliação pela sua intervenção.

Esta é a oportunidade de redenção de Reese junto da Carter, qual herói que lhe promete salvar o filho. Já estamos mais do que habituados à eficiência e indiferença de como o Reese resolve as situações… volta e meia, os roteiristas lá tentam adicionar um pouco de humor à acção e assim vamos desenvolvendo uma certa toada na relação que estabelecemos com a personagem. E, desta vez, o inabalável Reese levou um tiro, que o colete à prova de balas acomodou… ainda assim tivemos a oportunidade rara de ver uma expressão de dor ou desconforto em combate por parte do Mr. Reese. Nada que impedisse o salvamento do filho da Carter!

Ainda que, uma vez mais, o desempenho diplomático de Finch junto do HR tenha sido fundamental. A minha personagem favorita é o Finch, não por ser misterioso, até porque todos eles o são, mas pelo facto de detestar armas, mas isso não o impedir de pôr mãos à obra. Já estávamos um pouco fartos de nas séries processuais termos o nerd que faz magia no pc, mas raras vezes os vemos fora dessa redoma… Nisso o Mr. Finch é um óptimo refresco do cliché. E assim, descoberto o paradeiro do pequeno, lá vai o Mr. Finch salvá-lo e de bónus ainda liberta o Moretti, redimindo-se definitivamente junto de Carter. Pelo meio tivemos uma tentativa um pouco falhada de semear a desconfiança entre a Carter e o Lionel. Digo falhada, porque há já alguns episódios que pudemos constatar que o Lionel mudou definitivamente de campo.

E como comecei por falar de família, este é o meu screenshot preferido da semana:

  Para o final deixo o comentário ao Elias, não sei quais os seus intentos e apesar de preso, o seu plano parece só agora ter sido posto em acção. Tal como o Mr. Reese tem o seu saco com o plano B, parece-me que o Elias já tinha cogitado a hipótese de ser preso. Da mesma forma, parece-me um pouco diminuidor para a personagem que esta era apenas uma vingança e um plano de luta do poder pelo poder. Elias é muito mais ligado no lado simbólico da luta e essa sim tem um poder mais devastador…

Faltam quatro episódios para o final da temporada e ainda muito falta desvendar… ainda que os players se comecem a perfilar de ambos os lados. Podemos ainda esperar um ou outro outsider, como é o caso do agente Snow e da CIA, do FBI, do HR ou da hacker que atacou os computadores de Finch. Ainda assim, uma coisa é certa, Elias tem agora muitos motivos para ver o Reese morto.

Faltam quatro episódios para o season finale, uma aposta como o número do Reese (se ele o tiver) irá sair?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s